sábado, 18 de fevereiro de 2012

2 Broke Girls

Quando esgoto as minhas séries todas, preciso de arranjar novas.
Li no outro dia no blog The Shopping Diet  -365 Dias Sem compras (que no caso de não conhecerem recomendo vivamente, pois é uma ideia excelente e quase impossível para a maior parte de nós), algumas sugestões de series e decidi aceitá-las.

Com isto, acabei hoje de ver os 16 primeiros episodios da séria 2 Broke Girls e estou completamente rendida.

Tem como personagens principais duas mulheres que se complementam tão bem por serem o perfeito oposto. Se uma é loira, a outra é morena, se uma já não é rica, a outra nunca deixou de ser pobre, quando uma tem a melhor visão do mundo, pois o pinta como cor-de-rosa, a outra limita-se ao sarcasmo e ironia do dia-a-dia.

Falo-vos da Max e da Caroline. 
Max (Kat Dennings) é a empregada que não desejamos para nos atender. Não tem papas na lingua, é super directa, sarcástica e irónica até dizer chega e faz uso das melhores ameaças possíveis que só nos fazem rir. No fundo ela tem sentimentos apenas não quer mostrar.
Caroline (Beth Behrs) é filha de um ex-milionário, que foi preso e perdeu toda a sua fortuna. Ficou sem nada, mas parece lidar muito bem com isso. Sempre bem disposta e a fazer uso das suas capacidades académicas, leva a vida sempre com um sorriso. 
É graças ao facto de Max dar abrigo e acolher Caroline e o seu cavalo Chestnuts (sim, um cavalo que vive numa varanda), após se conhecerem no local de trabalho, que esta tem a ideia de comercializar e abrir uma loja dos Cupcakes feitos por Max. A história gira à volta disso mesmo.

Todos os outros personagens não são menos engraçados. Amo a relação existente entre a Max e Earl (Garrett Morris), o 'caixa' de 75 anos, mas que soube viver a vida. Han Lee (Matthew Moy), o chinês e proprietário do Dinner mantém os seus ideais e tem as piadas mais 'parvinhas', mas que sabem sempre tão bem. Por fim, o ucraniano e 'tarado' Oleg (Jonathan Kite), que tem como principal hobbie meter-se com as meninas de forma menos imprópria.

Adoro o facto de ouvir referências sobre todo o mundo das artes, desde trocadilhos feitos com nomes de músicos e/ou cantores a títulos de livros e filmes. Gosto da naturalidade com que se toca em temas de carácter mais sexual, mas sem nunca ser de forma má ou prejurativa.

É tão fofinho ver como se pode criar uma amizade verdadeira com uma pessoa tão diferente de nós. (Acabei de ser MEGA Lamechas :O)

Max e Caroline

7 comentários:

  1. Acho que vou ter de começar a ver, apesar de já seguir imensas!


    Giveaway - Pampa Mia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves!
      E ainda por cima são 20 minutinhos que passam a voar! <3

      Eliminar
  2. Já vi uns quantos episódios mas esqueci-me de continuar a seguir. Achei-lhes piada.
    Devias seguir revenge, é tão viciante *.*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já apontei a sugestão! E vou tratar de ver breve! ;)

      Eliminar